Terça-feira, 10 de Março de 2015

Cuidado para não ser uma arma de Satanás!


Você cometeu muitos pecados
1 Então Elifaz, da região de Temã, em resposta disse:
2 “Será que uma pessoa, por mais sábia que seja, poderia ser útil para Deus?
3 Será que interessa ao Todo-Poderoso que você seja honesto? Que lucro tem ele se você é correto em todas as coisas?
4 Se ele o castiga e o chama para prestar contas, não é porque você o adora com todo o respeito, 5 mas sim porque cometeu muitos pecados, e as suas maldades não têm conta.
6 Como garantia de um pequeno empréstimo, você ficava com as roupas dos seus patrícios
e assim os deixava nus.
7 Você não dava água para as pessoas cansadas nem comida aos que tinham fome.
8 Você usou a sua posição e o seu poder para se tornar o dono da terra.
9 Você roubou e maltratou os órfãos e nunca ajudou as viúvas.
10 Por isso, agora você está cercado de perigos, e, de repente, o medo toma conta de você.
11 A escuridão é tanta, que você não enxerga nada, e uma enchente o arrasta.
Você quer andar no caminho dos maus?
12 “Deus está nas alturas do céu; ele olha para baixo e vê as estrelas, embora elas estejam lá no alto.
13 Mas você pergunta: ‘Será que Deus sabe alguma coisa? As nuvens escuras ficam no meio; como é que ele pode nos julgar?’
14 Jó, você acha que as grossas nuvens não deixam que Deus nos veja, quando ele está passeando pelo céu?
15 “Será que você quer andar nos caminhos que os maus têm seguido desde os tempos antigos?
16 Eles morreram de repente, como se fossem levados por uma enchente.
17 A Deus eles diziam: ‘Deixa-nos em paz!’
E comentavam: ‘O que pode o Todo-Poderoso fazer em nosso favor?’
18 Foi Deus quem encheu de coisas boas as casas dos maus, porém eu não quero pensar como eles.
19 As pessoas honestas ficam alegres, e as corretas riem,
20 ao verem que as riquezas dos maus são destruídas e que as sobras são devoradas pelo fogo.
Faça as pazes com Deus
21 “Jó, faça as pazes com Deus, deixe de tratá-lo como inimigo, e assim ele dará a você tudo o que há de bom.
22 Deixe que Deus o ensine e guarde as palavras dele no seu coração.
23 Se você voltar para o Todo-Poderoso e se humilhar, se você acabar com a maldade que há na sua casa, 24 se o ouro mais precioso não tiver valor para você e for como o pó ou as pedrinhas do ribeirão, 25 então o Todo-Poderoso será o seu ouro puro, será a sua prata mais preciosa.
26 Ele será a sua alegria, e você poderá olhar para ele com confiança.
27 Ele ouvirá as suas orações, e você lhe dará o que prometer.
28 Tudo o que você fizer dará certo, e a luz brilhará no seu caminho.
29 Deus rebaixa os orgulhosos, mas salva os humildes.
30 Ele o salvará se você for inocente, se for correto em tudo o que fizer.”

Comentário:

O começo da “terceira etapa”. A última vez que ouvimos Elifaz falar. Jó havia desmantelado a tese deles. Exposto a falácia de seus argumentos. Abalou os alicerces da teologia deles. O único recurso de Elifaz: Aumentar o volume da retórica. Este Elifaz está totalmente diferente daquele que vimos na primeira etapa. Ele vai fundo na maldade e crueldade que nunca esperaríamos de um amigo com intenções de confortar.

Ajuda versos provar que estamos certos. Como Spurgeon disse: podemos introduzir uma centena de demônios enquanto tentamos expulsar um!

Devemos manter a cabeça e não sermos apressados em nossas palavras. O que se indigna à toa fará doidices (Provérbios 14: 17). Porque convém que o bispo seja... não soberbo, nem iracundo (Tito 1: 7). Seja temperante. Pense espiritual e racionalmente.

1. “Esta conversa toda não mudará a justiça de Deus” v. 2-4.

Uma salva de perguntas:

v. 2 “Você não pode fazer de Deus o seu devedor. Você é um servo inútil. Você pode ajudar a si mesmo, não a Ele.”

v. 3 “Deus é feliz sem você. Você não pode acrescentar nada a Ele.”

v. 4 “Você não pode ameaçar a Deus. Você não pode atuar como Seu Juiz!” Tudo isso é verdade. Deus não precisa de nós para se alegrar, mas nós temos alegria sem Ele.

Mas estes princípios podem ser aplicados de forma errada. (Como alguns que professam crer na predestinação, justificando seus pecados com base nisso. Rom 6: 1-2). Aplique corretamente a verdade a você e a outros.

II. “Deixe-me mencionar alguns dos seus pecados, primeiro: você tem maltratado o próximo” v. 5-11.

v. 5 Talvez esta seja a acusação mais severa contra Jó em todo livro. “Você é um hipócrita!” Neste ponto Elifaz concorda com Satanás a respeito de Jó! Aqui vemos um dos maiores ataques de Satanás: um amigo tão bom e temente a Deus, como Elifaz, condenar totalmente Jó. (Elifaz era o mais velho, mais moderado e mais simpático dos três.) A tática era direcionar Jó a um desespero tal, que ele desistisse e amaldiçoasse a Deus em Sua face.

Cuidado para não ser uma arma de Satanás! Até mesmo Pedro fez isso em pelo menos uma ocasião (Mateus 16: 23 - Para trás de mim, Satanás...). (Em certo sentido, é claro, esta declaração se aplica a toda humanidade. O erro é aplicá-la para Jó de maneira peculiar, e baseada no evangelho da prosperidade.)

v. 6 -9 “Finalmente, algumas coisas particulares e específicas, contrárias as generalidades e insinuações que tínhamos visto anteriormente!

v. 6 “Você foi maldoso obtendo vantagens sobre outros.”

v. 7 “Você não demonstrou misericórdia ao necessitado.”

v. 8 “Você estimulou os ricos, mostrando favoritismo.”

v. 9 “Você oprimiu o pobre...atingindo o ponto mais alto da injustiça.” Que acusações bárbaras! Totalmente infundadas. (Jó respondeu a isso no capítulo 29 e 31.) Talvez um tiro no escuro, uma expedição de pesca na consciência de Jó, ou atirar lama na esperança de acertar em alguma coisa.

Cuidado para não imaginar o pior, estando pronto a acusar sem evidências, declarando publicamente isso. Oh, Que dano!

Não mude os fatos em fantasias a fim de vencer um argumento (Derek Thomas).

No calor de um argumento, até mesmo bons homens podem jogar sujo. Seja cuidadoso em manter autocontrole sobre os sentimentos e a língua.

É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem, Salmos 118: 8.

v. 10 - 11 “Sendo assim, todas estas calamidades vieram sobre você.” “Este é o motivo pelo qual ciladas, preocupações, trevas e devastações vieram sobre você. Você está sob julgamento em virtude destes pecados.”

Há muitos mais ainda....

III. “Segundo, você tem desprezado a Deus” v. 12-14.

v. 12 “Deus é altíssimo e Todo-Poderoso.”

v. 13 – 14 “Mas, você pensa que Ele é muito alto para ter alguma consideração ou prestar atenção em seus pecados. E você tem verbalizado isso, Jó!” Isso é verdade? Claro que não! Pois em nenhum lugar Jó declarou qualquer coisa semelhante a isso. Elifaz está colocando palavras na boca de Jó, imaginando que elas estejam no coração dele. Elifaz interpretou as observações de Jó, a respeito da prosperidade do ímpio, como uma negação do cuidado e da soberania de Deus sobre eles.

Não presuma as palavras e os motivos dos outros! Seja cuidadoso, citando de forma precisa e dentro do contexto. Derek Tomas: “A verdade é de pouco valor no calor de um argumento.” Se você tem que usar este recurso como tática, é porque, na verdade, não tem mais argumento!

Não pense que você conhece os motivos dos outros. Seja cuidadoso e generoso, até que você tenha razões para acreditar no pior a respeito de um irmão em Cristo. Não pense que você conhece todos os motivos pelos quais Deus age. Examine sempre e com cuidado as suas imaginações!

IV. “Aprenda através daqueles a quem Deus destruiu” v. 15-20.

v. 15 “Você é um ignorante a respeito da história?!”

v. 16 – 17 “Você não se lembra de como Deus destruiu o ímpio com o dilúvio? Você é como eles, por isso Deus o está destruindo.”

v. 18 Talvez citando a Jó de maneira debochada (21: 16 etc.): “Você se acha melhor do que aquelas pessoas ímpias, mas é igualzinho a elas! (Ou talvez se apropriando das palavras de Jó, por achar que ele não ter direito a elas.)

v. 19 “Jó, eu fico contente em ver o ímpio destruído, eu zombo disso quando sei. Estou contente em vê-lo sofrer!” Que cruel! Que inconveniente para uma alma que não tem absolutamente nada, a não ser aquilo que Deus livremente lhe tem concedido!”

v. 20 Nossa constante prosperidade argumenta a nosso favor. “A sua destruição prova que você está errado.” O velho e mesmíssimo evangelho da prosperidade – “Deus sempre julga o pecador nesta vida; todos os problemas desta vida dizem respeito ao julgamento sobre o pecado.”

Medida para um padrão adequado: Deus pode reverter a prosperidade de qualquer pessoa num piscar de olhos.

Erro do evangelho da prosperidade: “Só pode haver um motivo para as calamidades, ou seja: você tem pecado em sua vida.” Não há lugar para o conceito de que você possa ter calamidades sendo santo, como Jó!

V. “Aqui segue o meu conselho: Seja correto com Deus, e assim você irá verdadeiramente prosperar” v. 21b. Aqui há uma grande verdade, se aplicada corretamente. Um exemplo disso está no fato de que de uma mesma fonte não pode jorrar água amarga e doce ao mesmo tempo (Judas 3).

v. 21 “Você precisa conhecer Deus. Você ainda está em trevas espirituais. Bênçãos virão se você se tornar um Cristão.”

v. 22 “Como conhecer Deus? Ouvindo Sua palavra e internalizando Suas leis.”

v. 23 a “Arrependendo-se dos seus pecados.”

v. 23 b-25 “Se você fizer isso, será restaurado com paz e prosperidade (ganhas honestamente, não com injustiça, como ocorreu anteriormente em sua vida, Jó).”

v. 26 – 27 “E você gozará de prosperidade espiritual.”

v. 28 – 30 “Seus desejos serão atendidos, vivendo um vida feliz.”

v. 29 – 30 “Você será proveitoso e útil à outros.”

Este é o melhor conforto que Elifaz poderia dar! Nenhum sinal de que o sofrimento seja o cumprimento de muitos dos propósitos que glorificam a Deus (que Deus tenha mais razões para os seus feitos, além de simplesmente julgar o pecado)...de nos refinar, nos humilhar, nos prevenir de pecar, nos provar, nos levar a uma comunhão maior com Ele, e demonstrar a Sua fidelidade a um cético como Satanás. É irônico o fato de que Elifaz e seus amigos terão que se arrepender e Jó orar por eles!

Observe:

1. A avaliação de Deus pode ser tremendamente diferente da avaliação dos homens. Para Elifaz, Jó era o pior dos pecadores na face da terra. Para Deus, Jó era perfeito, reto e o melhor dos santos na face da terra.

Não leve sempre a sério a avaliação de certos homens!

2. Veja em Jó uma sombra de Cristo. Ferido pelos amigos (todas as pessoas lhe tratando como Elifaz!)

Se você está passando pela mesma situação, não amaldiçoe a Deus. Seja fiel e Ele o guiará pelo vale da sombras. Não deixe que os Elifazes de sua vida o desviem do caminho de Deus.



publicado por Rosa Soares às 08:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Sim, eu quero...

. Ao homem que amo...

. The Invisible World of Wo...

. O MUNDO INVISÍVEL DE UMA ...

. The Invisible World of Wo...

. O MUNDO INVISÍVEL DE UMA ...

. Eu hoje... Sou você!

. SE EU PUDESSE VOAR

. E para quem ainda tem dúv...

. Primeira Palavra que o me...

.arquivos

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub